Primeiros 6 meses do ano foram muito quentes e secos
Publicado | 2020-07-29 01:05:57
 
Segundo o Resumo Climático do Instituto Português do Mar e da Atmosfera,(IPMA), agora publicado, o primeiro semestre em Portugal continental foi muito quente e seco destacando-se tempo extremamente quente em Fevereiro, o mais quente desde 1931.
 

Nos dias 23 e 24 foram ultrapassados os maiores valores da temperatura máxima do ar em cerca de 40% das estações meteorológicas da rede IPMA.

Também o mês de Maio foi extremamente quente com ocorrência de uma onda de calor, em grande parte do território de Portugal continental, entre 17 e 31 Maio, a qual pode ser considerada como uma das mais longas e com maior extensão territorial, foi mesmo a onda de calor com maior duração desde 1950.

Situação de seca meteorológica nas regiões a sul do Tejo, sendo de realçar as regiões do Baixo Alentejo e Algarve, com diminuição da sua intensidade a partir de Abril.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
25 25
16 15
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda