“Viver o Clima no Baixo Alentejo” - CIMBAL e EDIA submetem candidatura
Publicado | 2020-05-14 01:57:56
 
No âmbito do acordo estabelecido entre a CIMBAL - Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo e a EDIA - Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva, relativos à criação da uma parceria, sob a forma de cooperação institucional, no contexto da gestão do projecto “Viver o Clima no Baixo Alentejo”.
 

O principal objectivo é “o de constituir uma rede de habitats que permita a conservação significativa de espécies de alto valor, de habitats estruturais e dos seus recursos (solos e água) e que ao mesmo tempo cumpram a função de prover serviços de ecossistemas às estruturas produtivas, tal como referido no Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas do Baixo Alentejo.”

A candidatura foi submetida, no passado dia 29 de Abril, ao Programa: EEA Grants – Small Grants Scheme #3 - Projetos para reforçar a adaptação às alterações climáticas a nível local, no valor de 199.641,85€.

Segundo a CIMBAL “O projecto -Viver o Clima no Baixo Alentejo- pretende proporcionar aos municípios que integram a comunidade intermunicipal e à população em geral um conjunto de ferramentas e conhecimentos sobre a adaptação às alterações climáticas, assim permitindo o reforço de uma estratégia integrada para a mitigação dos impactos das alterações climáticas, do qual sairá beneficiada toda a população.”

Estas vão ser as medidas a implementar no território do Baixo Alentejo: Recuperar e instalar sebes, de forma a proporcionar diversidade florística e faunística muito interessante para os serviços dos ecossistemas; Envolver municípios e proprietários no sentido de incentivar a uma correta gestão de forma a garantir a conservação de espécies ameaçadas de flora arvense e de matos; Envolver os proprietários na gestão do pousio de forma a garantir a conservação da espécie; Restaurar e conservar os Charcos, através do qual se pretende conservar diversas espécies; Restaurar as galerias ripícolas e áreas adjacentes, com plantação plantas de espécies diferentes.

Estas medidas serão realizadas entre Setembro de 2020 e Outubro de 2022.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
34 36
14 15
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda