Dez mortos e mais de 3 mil acidentes durante Operação "Natal e Ano Novo" da GNR
Publicado | 2020-01-06 04:33:29
 
A “Operação Natal e Ano Novo” da GNR registou mais de 3 mil acidentes, dos quais resultaram 10 mortos, 53 feridos graves e 822 feridos ligeiros.
 
Foram ainda fiscalizados 66.081 veículos até ao final do dia de quinta-feira, tendo sido registadas 20.688 infracções, tendo detectado 503 condutores com uma taxa de alcoolemia considerada crime, 8.821 casos de excesso de velocidade, 604 de utilização de telemóvel e 487 infracções por falta de uso de cintos de segurança e sistemas de retenção.
Em relação aos dados da Autoridade Nacional da Segurança Rodoviária, entre 18 de Dezembro 2019 e 1 de Janeiro de 2020 registaram-se 15 vitimas mortais nas estradas de Portugal Continental: menos 14 face ao período homólogo de 2018 representando um decréscimo de 48%.
Em linha com esta redução, também o número de feridos graves e ligeiros diminuiu em 9% e 17%, respectivamente, embora se tenham verificado mais 396 acidentes, um aumento de 7% face ao ano anterior.
Também no mesmo período, foram fiscalizados pelas forças de segurança e pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) quer presencialmente, quer através de meios de fiscalização automática, 676.231 condutores.
Destas acções de fiscalização resultaram 56.797 infracções e a detenção de 903 condutores, dos quais 67% (607) apresentavam uma taxa de álcool superior à taxa crime.
Relativamente às infracções registadas, 66% (37.372) referem-se a excesso de velocidade.
Durante o ano de 2019 registaram-se 472 vítimas mortais, menos 36 vítimas (-7%) que no ano de 2018, e em linha com o valor registado em 2015. Relativamente aos feridos, registaram-se mais 147 feridos graves (+3%) e menos 1.569 feridos leves (-3%).
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
34 36
14 15
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda