“Serei o que me deres…que seja amor” campanha Laço Azul termina hoje em Moura
Publicado | 2019-04-30 04:38:22
 
A CPCJ de Moura realizou várias iniciativas durante o mês de Abril no âmbito da Campanha Laço Azul, prevenção dos maus tratos na Infância.
 
A Presidente da CPCJ de Moura, Diamantina Escoval, disse à Planície que “ o balanço é positivo. Não podíamos estar mais satisfeitos. Mais uma vez tentámos que não fosse a entidade CPCJ de Moura a fazer esta prevenção sozinha e envolvemos a comunidade local. Foi positivo, quem teve a oportunidade de visitar Moura, viu que as ruas estavam salpicadas de azul, com a colaboração dos comerciantes e das escolas.”
A Campanha do Laço Azul (Blue Ribbon) iniciou-se em 1989, na Virgínia, Estados Unido, quando uma avó, Bonnie W. Finney, amarrou uma fita azul à antena do seu carro “para fazer com que as pessoas se questionassem”.
A história que Bonnie Finney contou aos elementos da comunidade que se revelaram “curiosos” foi trágica e sobre os maus-tratos à sua neta, os quais já tinham morto o seu neto de forma brutal. E porquê azul? Porque apesar do azul ser uma cor bonita, Bonnie Finney não queria esquecer os corpos batidos e cheios de nódoas negras dos seus dois netos. O azul servir-lhe-ia como lembrança constante para a sua luta na protecção das crianças contra os maus-tratos.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
16 17
9 4
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda