Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade assinou dois protocolos no Baixo Alentejo e no Alentejo Litoral
Publicado | 2019-02-28 05:03:11
 
A Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, celebrou dois protocolos da nova geração para a Territorialização da Rede Nacional de Apoio às Vitimas de Violência Doméstica no Baixo Alentejo e no Alentejo Litoral.
 
São parceiros os municípios de Aljustrel, Almodôvar, Castro Verde, Ferreira do Alentejo e Ourique, no Protocolo do Baixo Alentejo e os municípios de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines, no protocolo do Alentejo Litoral. Os Gabinetes de Apoio às Vítimas, decorrentes destes protocolos e cujas entidades coordenadoras são a ESDIME – Agência para o Desenvolvimento Local no Alentejo Sudoeste e a INTERVIR.com – Associação de Promoção da Saúde, Desenvolvimento Social e Cultural, envolvem um investimento total de cerca de 106.000 euros, dos quais o Governo assegura 70% e os municípios os restantes 30%. 
No âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e Não Discriminação – Portugal Mais Igual, a nova geração de protocolos reforça o compromisso mútuo, estabelece linhas orientadoras seguras no percurso dos municípios e contribui para o desenvolvimento de uma cultura de direitos humanos, de igualdade entre mulheres e homens, de não discriminação e não-violência junto das populações.

 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
21 23
6 7
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda