Lince-ibérico, Opala, encontrada morta em Mértola
Publicado | 2019-01-16 04:23:15
 
A lince que foi libertada a 15 de Março de 2018, no Parque Natural do Vale do Guadiana, foi encontrada morta no passado dia 9 deste mês, no concelho alentejano de Mértola.
 
Segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) a equipa de monitorização "detectou o animal morto, em avançado estado de decomposição, através do sinal VHF de rádio da coleira emissora".

As causas da morte de Opala são ainda desconhecidas, mas estão a ser investigadas pela GNR, que fez um levantamento do caso e a recolha de amostras.

A jovem Opala tinha nascido em 2017, no Centro de Reprodução de La Olivilla, na região de Andaluzia, em Espanha, e foi libertada a 15 de Março de 2018, na zona de Corte Gafo.  Segundo o ICNF, Opala tinha sido detectada pela última vez em Setembro de 2018, aparentando ter estabelecido um território na zona onde foi encontrada morta.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
35 35
16 18
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda