6 milhões de euros para investir em coesão social no Baixo Alentejo
Publicado | 2019-01-10 04:26:41
 
Os 14 municípios do Baixo Alentejo vão receber 6 milhões de euros para investimento na coesão social.
 
O deputado do PS eleito por Beja, Pedro do Carmo, em declarações à Planície sublinhou que “é uma boa notícia. As pessoas devem estar sempre no centro das opções políticas, por serem o activo principal de qualquer sociedade. As políticas para as pessoas ganham uma especial relevância num território de baixa densidade como o nosso, com grande dispersão geográfica. Esta visão integrada e realista da acção política, centrada nas pessoas e no território, concretiza-se também através de diversas medidas direccionadas para os que mais precisam em articulação com as Autarquias locais e com parceiros neste esforço de coesão social e territorial.”

O deputado adiantou que “Os Contractos Locais de Desenvolvimento Social (CLDS) têm por finalidade promover a inclusão social dos cidadãos. Contemplam um modelo de gestão que prevê o financiamento induzido de projectos seleccionados centralmente, privilegiando territórios identificados como mais vulneráveis. Os Município do Baixo Alentejo terão ao seu dispor mais de 6 milhões de euros para o desenvolvimento de projectos de coesão social com o recurso a 42 postos de trabalho qualificados (formação superior), por um período de 3 anos.”

O parlamentar salientou que “os actuais CLDS 3G, optaram por prolongar até um máximo de 12 meses os programas em curso, mas poderão iniciar os CLDS 4G depois de terminados os actuais.”
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
21 26
9 9
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda