Técnicos de diagnóstico e terapêutica preparam acção nacional de protesto
Publicado | 2018-09-12 04:12:30
 
Os Técnicos Superiores das Áreas de Diagnóstico e Terapêutica (TSDTs) vão juntar-se, para preparar novas acções de luta.
 
Luís Dupond, presidente do Sindicato, afirma que “os sindicatos têm demonstrado uma grande serenidade negocial, evitando especulações políticas, que possam por em causa as negociações. Contudo, se do esforço de entendimento e negociação do STSS nada resultar, uma coisa fica clara: a responsabilidade do Governo é inequívoca, seja pelos eventuais efeitos de um conflito no normal funcionamento do SNS, seja da quebra de confiança nos compromissos deste.”

Refira-se que os TSDTs são constituídos por 19 profissões e abrangem áreas, como análises clínicas, radiologia, fisioterapia, farmácia, cardiopneumologia, entre muitas outras, num total de cerca de 10 mil profissionais.  

Em caso de greve, esta afectará praticamente todos os serviços de saúde, com especial incidência nos blocos operatórios, altas e internamentos hospitalares, diagnósticos diferenciados em todas as áreas de intervenção clínica, planos terapêuticos em curso e distribuição de medicamentos.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
35 33
20 20
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda