CDS apresenta medidas fiscais para o interior do país
Publicado | 2018-07-09 04:53:38
 
O CDS apresentou a sua proposta de Estatuto Fiscal para o Interior que resulta de um trabalho conjunto das moções apresentadas pelas estruturas do interior do Gabinete de Estudos e do Grupo Parlamentar.
 
O Presidente da Distrital de Beja do CDS, Luís Dargent destacou à Planície algumas das propostas apresentadas, sublinhando que tiveram o apoio do Bloco de Esquerda e do Partido Comunista que votaram a favor, para além de outros deputados.

Das propostas destacamos a tributação das pessoas, em que o valor das taxas a cobrar na tabela de IRS sejam consideradas em metade para quem resida ou venha a residir no interior.

Ainda no IRS, propõem que todos os custos de transporte, desde a gasolina, os bilhetes de comboios ou as portagens possam ser deduzidos à colecta por parte dos contribuintes que habitem no interior.

Já quanto às empresas, propõem uma taxa de 10% no IRC para todas as empresas que desenvolvam, e venham a desenvolver, a sua actividade no interior e que criem emprego.

Por ultimo, quanto ao Regime Contratual para o Investimento ou o Benefício Fiscal Contratual ao Investimento Produtivo, a proposta vai para que este passe a ter limiares de admissão mais baixos – metade – quando se trate de investimentos do interior.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
35 33
20 20
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda