CDS apresenta medidas fiscais para o interior do país
Publicado | 2018-07-09 04:53:38
 
O CDS apresentou a sua proposta de Estatuto Fiscal para o Interior que resulta de um trabalho conjunto das moções apresentadas pelas estruturas do interior do Gabinete de Estudos e do Grupo Parlamentar.
 
O Presidente da Distrital de Beja do CDS, Luís Dargent destacou à Planície algumas das propostas apresentadas, sublinhando que tiveram o apoio do Bloco de Esquerda e do Partido Comunista que votaram a favor, para além de outros deputados.

Das propostas destacamos a tributação das pessoas, em que o valor das taxas a cobrar na tabela de IRS sejam consideradas em metade para quem resida ou venha a residir no interior.

Ainda no IRS, propõem que todos os custos de transporte, desde a gasolina, os bilhetes de comboios ou as portagens possam ser deduzidos à colecta por parte dos contribuintes que habitem no interior.

Já quanto às empresas, propõem uma taxa de 10% no IRC para todas as empresas que desenvolvam, e venham a desenvolver, a sua actividade no interior e que criem emprego.

Por ultimo, quanto ao Regime Contratual para o Investimento ou o Benefício Fiscal Contratual ao Investimento Produtivo, a proposta vai para que este passe a ter limiares de admissão mais baixos – metade – quando se trate de investimentos do interior.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
14 16
6 6
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda