Portugueses cada vez mais atentos a marcas automóveis com preocupações ambientais
Publicado | 2018-03-12 04:38:01
 
As alterações climáticas e os assuntos relacionados com o meio ambiente são temas que cada vez mais preocupam os consumidores e influenciam, não apenas o seu comportamento de consumo, mas também o seu modo de vida.
 
De acordo com o Observador Cetelem Automóvel 2018, 74% dos portugueses afirmam estar atentos aos impactos que o seu automóvel pode ter no meio ambiente, o que demonstra que a preocupação ambiental é um importante factor de decisão na compra e manutenção de um veículo.

Os portugueses são sensíveis a matérias relacionadas com o meio ambiente e têm em consideração os programas ambientais dos fabricantes automóveis antes de fazerem uma compra. 71% dos portugueses consideram que o envolvimento das marcas em escândalos do foro ambiental e a assinatura de acordos anticoncorrência fazem com que os consumidores confiem menos nas marcas de automóveis e que a fidelização tenda a decair. 

Numa análise global as populações da América do Norte e Brasil são as mais sensíveis à preocupação ambiental por parte das marcas. 79% dos inquiridos no mercado norte-americano e brasileiro consideram que a fidelização a marcas automóveis que não tenham um programa ambiental adequado deve diminuir ao longo do tempo. Por outro lado, 62% dos inquiridos franceses não acreditam que a preocupação ambiental seja motivo suficiente para diminuir a lealdade dos consumidores a uma marca.

Os consumidores inquiridos mostram-se focados nas inovações feitas pelas marcas ao nível ambiental. No total dos países inquiridos no presente estudo, 73% afirmam estar atentos aos esforços das marcas para criar produtos que respeitem o meio ambiente. Esta opinião é particularmente forte junto dos chineses (95%).

De acordo com os testemunhos recolhidos no âmbito do estudo realizado, os consumidores não temem que os novos modelos automóveis alternativos e mais amigos do ambiente sacrifiquem a fiabilidade ou o design, o que permite às marcas manter ou aumentar a sua competitividade no mercado.
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
33 33
18 18
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda