Ministério da Educação afastou delegado Regional de Educação do Alentejo
Publicado | 2018-01-25 04:43:15
 
O Ministério da Educação prepara-se para exonerar dois delegados regionais de Educação, que se mantinham em funções há um ano e nove meses, mesmo depois de o concurso que os seleccionou ter sido anulado.
 
Os dois delegados são Francisco Marques, que se encontra à frente da Delegação Regional do Algarve e Manuel Barroso, delegado regional do Alentejo. 

A justificar a exoneração estarão, segundo informação veiculada pela imprensa nacional, processos disciplinares por comportamento indevido e por uso indevido de viatura.

Manuel Barroso já terá sido mesmo dispensado na passada sexta-feira, enquanto se encontrava de férias em Londres. Em causa estará o atraso de dois meses que se verifica na contratação de auxiliares para a Escola Secundária André de Gouveia, em Évora, que na semana passada esteve encerrada em protesto contra a falta de condições.

O Ministério da Educação escusou-se a falar sobre a situação do delegado Regional do Algarve, mas confirmou o afastamento do delegado do Alentejo, justificando a decisão com "motivos de natureza gestionária".
 



Leia esta notícia na integra na edição impressa do Jornal «A Planície»
Untitled Document Untitled Document Untitled Document
23 21
11 12
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Untitled Document
 
    © 2015 - Sociedade Editorial Bética, Lda